Escrever é uma válvula de escape, diz jovem autora de 16 anos

Gabriela Guimarães publicou “Sob a Neve Ardente” pelo Grupo Editorial Coerência e enquanto estreia no meio literário, enfrenta os desafios do Ensino Médio

Foi em 2019 que Gabriela Guimarães começou a escrever. O que começou como um conto, se tornou “Sob a Neve Ardente”, lançamento de janeiro no Grupo Editorial Coerência. O livro ganhou a categoria de Melhor Capa 2020 na premiação anual Coerência Choice Awards, em dezembro do ano passado.

“Ser escritora publicada com apenas 16 anos é desafiante, mas inspirador”, diz Gabriela, que começou a investir na carreira há pouco tempo, enquanto cursa o Ensino Médio. Ela ainda afirma: “Escrever é uma válvula de escape para mim”.

O livro de estreia da autora, “Sob a Neve Ardente”, narra a história de Effie, uma fada que machucou as asas e que não consegue sair da inércia tediosa e depressiva. A personagem consegue voltar a ativa quando tem seu irmão sequestrado pelos rebeldes, somente um infortúnio tão desafiador poderia fazê-la levantar por respostas. “O primeiro capítulo foi um desabafo”, conta a autora, que pretende cursar medicina no futuro.

“Sob a Neve Ardente” tem continuação e, no momento, Gabriela Guimarães planeja a nova trama.

Sinopse: Depois da rebelião que destruiu sua família, Effie, uma jovem fada, se vê diante de uma difícil tarefa: aprender a viver sem suas asas. Com os pais mortos, seu irmão, Alef, tornou-se o Guardião da Semente do Inverno, dedicando pouco tempo para a irmã. A jovem decide passar seus dias estudando criaturas mágicas, mas o desaparecimento de seu irmão abala a vida de todos que a rodeiam, já que não somente Alef está em perigo, mas todos os Guardiões, aqueles que governam seu mundo. Com a ajuda de amigos, a fada embarca em uma aventura para salvar toda a Foureon, entendendo que precisará não só de coragem, mas também de confiança para acreditar em si mesma.

 

Biografia: Gabriela Guimarães de Andrade nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 2004, e atualmente está terminando o ensino médio. Pretende cursar medicina, mas escrever, ler e dançar são suas paixões. Atraída pela fantasia, rascunha desde cedo, utilizando a criatividade e determinação para realizar seus objetivos. Sob a neve ardente, primeiro volume da série Marcas de estações, é seu livro de estreia.

 

Saiba mais em:

www.editoracoerencia.com.br
@grupoeditorialcoerencia
@comunicahype
@gabiguimarães04

Por: Victor Tadeu 
Siga-nos:

2 comentários em “Escrever é uma válvula de escape, diz jovem autora de 16 anos

  • 14 de janeiro de 2021 em 15:20
    Permalink

    Parabens, Gabriela! Seu relato é inspirador e necessário! A escrita cura e liberta. Seja sempre assim… livre! Estou lendo e adorando o livro! Muito sucesso!

    Resposta
  • 14 de janeiro de 2021 em 15:28
    Permalink

    Sob a Neve Ardente!! Livro de uma jovem escritora de muita maturidade! Narrativas lindas e muitas vezes dramáticas! Imaginação além de sua idade e um rico vocabulário. Amei o livro e espero o segundo!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *