Reflexões do grande império

Publicado pela editora dos clássicos, em tradução direta do grego arcaico, “Meditações” apresenta anotações pessoais do imperador romano Marco Aurélio

Considerado uma das principais obras da filosofia estoica, o livro “Meditações”, publicado pela Editora Edipro, é uma série de 12 livros com notas pessoais, escritas em grego, do imperador romano Marco Aurélio. Com o estoicismo como fonte para sua orientação e autoanálise, Marco Aurélio trava um diálogo interior em busca de verdades fundamentais por meio da razão, sem deixar de lado a sensibilidade. “Meditações” apela às ordens universais e faz observações sobre a aceitação da morte e debate sobre a existência ou não de Deus. Sem se apegar a qualquer fé religiosa, demonstra acreditar em algo maior para justificar que até os acontecimentos ruins ocorrem para o bem de todos.

Por seu caráter íntimo, a obra tornou-se um dos escritos mais reveladores e inspiradores sobre o pensamento de um grande líder. As ideias estoicas de Marco Aurélio giram em torno do objetivo de alcançar o autoconhecimento, que por si nos proporciona o controle das habilidades emocionais, as quais, segundo o autor, libertam o homem das dores e dos prazeres do mundo material. A única maneira de alguém ser atingido por outra pessoa seria permitir que sua reação tomasse conta de si.

Ao assumir o papel de filósofo que dá conselhos ao amigo, um dos maiores imperadores do mundo antigo faz de suas reflexões um manual de comportamento relevante até os dias atuais, de como podemos melhorar nosso comportamento e relacionamento com o próximo. A obra ensina sobre as virtudes, a felicidade, a morte, as paixões e a harmonia com a natureza e a aceitação de suas leis. Figura ainda entre as obras fundamentais para os estudiosos da filosofia estoica, mesmo milênios após sua composição, e deixa a dúvida: é possível uma reflexão sobre a moral apartada de valores religiosos?

 

Ficha técnica
Editora
: Edipro
Assunto: Filosofia
Preço: R$ 34,90
ISBN: 9788552100911
Edição: 1ª edição, 2019
Altura: 21
Largura: 14
Número de páginas: 160

 

Sobre o autor: Marco Aurélio (121-180) foi imperador romano por 19 anos e passou à História como um governante culto, dedicado à Filosofia. Assumiu o trono em um período de extrema instabilidade militar, sendo bem-sucedido na proteção das fronteiras contra os partas e os germanos. Faleceu em uma expedição militar contra os marcomanos, e historiadores consideram sua morte o início do declínio do Império Romano.

 

Sobre o tradutor:  Edson Bini é um consagrado e produtivo tradutor, sendo esta sua atividade principal há mais de 40 anos. Nascido em São Paulo, em 1946, aos 12 anos se apaixonou por filosofia quando leu pela primeira vez Platão. Estudou filosofia na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, onde foi despertado seu interesse pela língua grega. Traduziu diversas obras nas áreas da filosofia, ocupando-se principalmente da tradução anotada de grandes obras da filosofia grega antiga – seu trabalho que ganhou maior notoriedade foi a tradução das obras completas de Platão e das obras de Aristóteles, ambas para a Edipro.

 

Por: Jônatas Marques de Jesus

Siga-nos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *