Novo primeiro-ministro do Japão quer investir mais em mangá e animê

O novo primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, se declarou fã do mangá “Demon Slayer”, um fenômeno de audiência, e afirmou que vai trabalhar para melhorar as condições de trabalho dos profissionais das indústrias dos mangás e dos animês.

Questionado se havia visto o filme de “Demon Slayer”, Kishida disse que não, mas que havia lido todas as edições do mangá. Obviamente, não é por isso que ele quer ajudar os artistas por trás dos mangás e animês que amamos. Basicamente, são dois outros motivos.

O primeiro é: todo profissional, em qualquer área, tem de ter condições dignas de trabalho. O ótimo blog Shoujo Café tem um artigo interessante sobre o tema: “A indústria de anime, do jeito que está não é mais sustentável“.

O segundo motivo: que país sério não investe em Cultura?

Neste aspecto, palmas para o senhor, primeiro-ministro.

Por: Pedro Cirne
Fonte: Hábito de quadrinhos

Siga-nos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *